NOTÍCIAS

Passado o inverno, setembro é mês de adubar para devolver o verde ao seu gramado
 
A preparação para o verão começa agora. Entre os meses de setembro e outubro, o tempo é de recuperar os danos que o inverno trouxe ao seu gramado, através da adubação química.
 
Engenheiro agrônomo da Grama Pontal, Eduardo Miranda explica que o cuidado vale para qualquer gramado. “ Por se tratar de uma gramínea, ela precisa de nitrogênio para completar o ciclo fisiológico, que ela não consegue retirar do ar, tem que retirar do solo”.
 
E como saber se a sua grama precisa deste cuidado? “Quanto mais amarela ela estiver, vai estar deficiente de alguma coisa. Seja ela água ou adubo”, responde o agrônomo. 
 
O tipo de adubação vai depender de cada gramado, para um residencial, por exemplo pode ser um adubo simples, mas se a grama tiver mais debilitada ou for de uso esportivo, a necessidade é de um adubo mais completo e calcário. 
 
Ainda segundo o engenheiro, o ideal é contratar um profissional para fazer o serviço. Já o produto, se encontra na Grama Pontal e nos revendedores. Em casa, a orientação é para que se divida em parte iguais o adubo, para facilitar a aplicação. Não tem um horário propício, mas é preciso que a grama esteja úmida. 
 
“Ela requer umidade, porque o adubo é um sal e se você não molhar em seguida, abundantemente, o adubo em contato com folhas e raízes, causa perda de água e consequentemente, queima. Quem tem irrigação, ótimo e quem não tiver, é preciso molhar bem e sistematicamente”, indica Eduardo. 
 
 
(por Paula Maciulevicius)