NOTÍCIAS

Quatro passos que ajudam a manter sua Grama Pontal verdinha até na seca
 

Regar, regar e regar. Nesse período de seca, é importante que o verbo esteja na prática para manter sua Grama Pontal verdinha enquanto a chuva não vem. 

Primeiro passo: Aumentar o volume de rega, porque na estiagem a evapotranspiração é muito maior. 

"Para você ter uma ideia, a média dessa época do ano é de uma evapotranspiração de 5 milímetros por dia, o que equivale a 5 litros por metro quadrado. Se jogar 5 litros por metro quadrado de água no seu jardim, praticamente todo ele vai se evaporar durante o dia", explica o diretor da Grama Pontal, Alexandre Miranda.

Segundo passo: Regar mais no comecinho da manhã ou à noite, para que a água seja melhor absorvida. 

"Se você rega durante o dia, essa evapotranspiração vai fazer com que a irrigação tenha menos eficiência. Há uma exceção se você tiver condição de molhar num volume de 20 litros por metro quadrado durante o dia", resume o diretor. 

Terceiro passo: Fazer cobertura com compostos orgânicos para evitar que a grama fique expostas várias horas à seca e ao solo quente. 

"Você pode fazer basicamente com compostos orgânicos. A gente tem, por exemplo, o substrato condicionador de solo, que numa leve cobertura, vai servir tanto para adubação, quanto para retenção, por mais tempo,  dessa umidade", exemplifica Alexandre. 

Em casa, espalhe a cobertura manualmente, com rastelo, em uma camada bem fininha, com menos de 1 centímetro. 

Quarto passo: Adubação química, um composto solúvel que não leva só nitrogênio e sim nutrientes que vão fazer com que o resultado da coloração seja mais rápido, eficiente e dure mais tempo. 

 

Dúvidas? Procure a assessoria agronômica da Grama Pontal. Nossos engenheiros Eduardo e Gabriela estão disponíveis! 

(por Paula Maciulevicius)