NOTÍCIAS

Charmosa, grama Chinesa entra em cena na mostra “Morar Mais por Menos” em jardim e telhado vivo
 
 

 

Estreita na textura, sofisticada na apresentação. De desenho delicado, a grama Chinesa, produção da Grama Pontal, entra em cena na mostra “Morar Mais por Menos”, como jardim na fachada e detalhes do telhado vivo na área da piscina.

 

O tipo de grama foi escolha da paisagista Adines Ferreira, por trazer beleza aos espaços. “Ela é considerada mais ornamental, dá um acabamento sofisticado e um ar diferente. Com certa delicadeza e ao mesmo tempo mais natural”, descreve.

 

Técnica em Paisagismo, Adines trabalhou a grama junto de Palmeiras na fachada, onde o muro branco recebeu chapas pintadas por artistas plásticos da terra, para compor a “Fachada Manoel de Barros”, que recepciona os visitantes da mostra na casa da Avenida Afonso Pena.

 

“Ela é uma grama um pouco diferente, tem um verde vivo, o toque da textura mais suave”, completa Adines.

 

Não só no fator estético, a grama Chinesa também contribui para a parte funcional do paisagismo na área da piscina, denominada “Jardim de Encontro”, a área de maior circulação da casa. Como não pode fazer grandes intervenções como plantio de canteiro, a paisagista optou por trabalhar na verticalização das plantas e no telhado vivo.

 

“A ideia realmente foi de criar um lugar gostoso, onde as pessoas pudessem bater um papo e se encontrar. Também quis fazer algo que ficasse legal dentro da ideia da sustentabilidade”, apresenta Adines.

 

A vegetação foi parar no telhado do pergolado, com detalhes da grama Chinesa unida à planta ornamental “Dinheiro em penca”. Nesse caso, a paisagista explica que a grama entra para mostrar resistência, se no caso visitantes pudesse passar por cima do telhado.

 

O telhado vivo é feito a partir de uma manta impermeabilizante, seguido da modulação, mais uma cama de manta, substrato e as plantas, junto da grama. “É uma tendência enorme e que está chegando aqui no Estado. Ele traz um conforto térmico de  5, até 10 graus abaixo da temperatura”, explica.

 

A mostra “Morar Mais por Menos” está sediada na casa da Avenida Afonso Pena, n. 4179, em Campo Grande e ficará aberta ao público até o dia 20 de dezembro. Os horários de visitação são de terça a domingo, das 16h às 22. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria. 

(por Paula Maciulevicius)